segunda-feira, 5 de maio de 2014

Amar alguém

Boa noite pessoal.

Esses dias minha prima me enviou um vídeo no WhatsApp falando sobre o amor. Achei muito lindo e gostaria de compartilhar por escrito. O vídeo é uma reflexão e a mensagem em si transmite uma lição de vida.




Amar alguém


"Na vida, a gente só sabe que ama alguém, a gente só tem o direito de dizer a alguém “Eu amo você”, depois de ter dito infinitas vezes a este mesmo alguém a frase “Eu perdoo você”, por que na verdade,  a gente só sabe que ama é depois de ter tido a necessidade de perdoar.

Antes do perdão, a gente pode até ter admiração por alguém, mas admirar ainda não é amar. Por que admiração não nos leva a dar a vida pelo outro, admiração é um sentimento, uma situação superficial, quase que externa. Eu admiro aquela pessoa, mas eu só sei que a amo é depois de ter olhado nos olhos, saber que ela errou, que ela não fez nada certo e mesmo assim continuar dizendo “Não sei viver sem você. Apesar de você ter errado tanto, você continua sendo especial para mim”.

A gente sabe que ama a pessoa é assim. Depois de ter feito o exercício de olhar nos olhos no momento em que ela não merece ser olhada e descobrir ainda ali uma chance, ainda não acabou.

Coisa boa na vida é encontrar gente que nos trate assim, com esse nível de verdade, gente que nos conhece de verdade, que já foi capaz de conhecer todas as nossas qualidades, mas também todos os nossos defeitos; porque você não é só qualidade, também tem um monte de defeitos e você só sente que é amado quando o outro sabe de todos esses defeitos e ainda continua acreditando em você.

Muitas vezes o nosso amor humano não é assim. A gente ama o outro por aquilo que ele faz de certo, de bom para nós, e às vezes até elegemos os amigos assim, ele é bom demais para mim! E o dia que deixa de ser? Deixou de ser amigo? E no dia em que falhar, que errar e que esquecer? No dia que não conseguir acertar? Continuara tendo valor pra você? Ou você só ama aqueles que conseguem lhe fazer o bem?

Jesus disse que não tinha mérito nenhum em amar aqueles que nos amam, que o mérito está em amar o outro mesmo quando ele não merece ser amado. Sabemos que é um desafio, mas essa é a sua religião, é o que nós acreditamos, é isso que ganhamos no calvário, um amor que não merecíamos e que nos ama porque temos algum significado. Eu creio que não há descanso maior para o nosso coração, do que encontrar alguém que nos ame assim. Eu gostaria que você levasse pra sua vida somente as pessoas que te amam assim, com essa capacidade de olhar em teus olhos, quando você não consegue fazer nada certo, e mesmo assim continua sendo seu amigo continua acreditando em você. Deixe entrar na sua vida somente as pessoas que quiserem te fazer melhor, porque gente que nos diminui nós já estamos cheios.

Amigos de verdade são aqueles que nos desafiam, são aqueles que no momento em que estamos na lama nos olham nos olhos e diz “você não foi feito pra isso”. Amigo de verdade é aquele que nos olha nos olhos e nos coloca para sermos mais. Namorado de verdade é aquele que olha nos teus olhos e te respeita como mulher, que te acha linda, mas que te respeita como mulher, porque sabe que tu és um coração muito mais necessitado de ser abraçado, de ser tocado, é um coração que merece ser amado e o amor vem antes do toque.

Quem disse que beijar na boca é declaração de amor? Pode ate ser uma das demonstrações, mas eu tenho certeza que seu coração se sente muito mais amado no momento em que você é olhado de um jeito certo do que beijado de qualquer jeito.

Uma vez assistindo um filme, eu vi a declaração de amor mais linda em toda a história do cinema.

Uma menina que morava no interior da Inglaterra e que tinha um grande sonho de se tornar escritora, lutou. Saiu daquele pequeno vilarejo e deixou seu namorado, que era um homem do campo, um homem simples que nunca poderia ir para a capital Londres com ela. Resolveu abandonar seu amor para tentar o sonho dela. E foi embora para Londres. Ficou lá mais ou menos seis anos, tentou de todas as formas se tornar uma grande escritora, mas não conseguiu. Deu cabeçada, tentou, errou, caiu, até no dia em que ela cansada, voltou para casa.

E a cena final do filme mostra ela chegando naquele pequeno vilarejo numa tarde de chuva. Ela com suas malas andando debaixo daquela chuva em direção a casa dela, quando de repente no meio do caminho quem estava? O antigo namorado! Que continuava amando-a do mesmo jeito do dia quando ela foi embora. Ele feliz por vê-la retornar, aproximou-se dela, olhou em seus olhos e perguntou: “Então, deu tudo certo”?

Naquele momento, ela baixou os olhos e disse: “Não, não deu nada certo”. Jogou as malas no chão e disse: “Voltei e estou de mãos vazias, não tenho nada”.

Naquele momento ele se aproximou, olhou nas mãos dela, olhou nos olhos dela, e disse assim: “Suas mãos estão vazias”? Ela disse: “Sim”.

Ele segurou as mãos dela e disse: “Não estão mais”.

Para mim, isso fala muito mais que um beijo final.  Por que não são poucas as vezes que nós também estamos de mãos vazias. Boca cheia, mãos vazias. Não são poucas as vezes que você beija, beija, beija, abraça, abraça, abraça, tem relação amorosa, e mesmo assim continua sozinho. Porque o homem deitado ao lado da cama, não é garantia de companhia, nem uma mulher deitada na cama pode ser garantia de estar acompanhado.

Há sofrimento e muito profundo nos corações que se banalizam. Há muito sofrimento nos corações que se prostituem. Porque? Por que sentem a sensação de que são utilizadas, de que viraram uma praça pública onde os outros passam e jogam seu lixo.

Por isso que eu digo, não é que nós temos um discurso moralista, não!  Eu não gostaria que um dia você também estivesse de mãos vazias.

Por isso, que antes de você entrar na vida de alguém, olhe bem nos olhos dela e tente fazer com que ela descubra que você a ama só olhando pra ela. Olhe de um jeito que ela se sinta amada e se você olhar do jeito certo, você não precisa ter ciúme por que a mulher que for olhada do jeito certo não vai querer encontrar outro olhar. O homem que for olhado do jeito certo, nunca mais vai querer outro olhar.

É o momento de segurar as mãos e dizer: “Eu estou aqui do seu lado e quero ser pra você aquilo que te falta; quero ser um amigo no momento quando precisares de um amigo, quero ser um irmão no momento quando precisares de um irmão, ou até mesmo um pai e uma mãe, no momento que por ventura precisares de um pai e uma mãe e os teus não puderem corresponder a esse favor.

Casamentos muitas vezes não dão certo sabe por quê? É porque às vezes na vida as pessoas vão embora aos poucos, esta ali do lado todo dia, mas já foi embora há muito tempo, começa ir embora o amante, o primeiro que vai embora geralmente, depois vai embora o amigo, e quando vai embora o amigo já não existe mais casamento, já não existe mais companheirismo, já não existe mais amizade, já não existe mais respeito.

E todos nós gostaríamos de ter um lar que durasse, todos nós gostaríamos de ter pais que se amassem, que se respeitassem e permanecessem do nosso lado, que segurassem as nossas mãos no momento em que nós tivéssemos a sensação de que elas estão vazias. Isso pra mim é Deus. Aquela mão que nos sustenta no momento em que nós achamos que não temos ninguém por nós. Esse é o coração de Jesus, um coração que me olha quando tudo deu errado, um coração que me aceita quando tudo deu errado, que me ama quando eu não mereço ser amado, que me olha e me diz: “Eu continuo acreditando em você. Não desisti de você”.

Você ainda pode fazer muito, você ainda pode mudar o seu jeito de amar, você ainda pode mudar o seu jeito de viver, você ainda pode mudar o seu jeito de sorrir, você ainda pode perdoar aquele que você não quer perdoar, você ainda pode tratar bem aquele que você desprezou tanto, porque a vida ainda te da à oportunidade de neste momento se tornar muito melhor do que você é. Ainda dá tempo pois Deus não se cansa de nós."
 
 
 
 
Pe Fábio de Melo

7 comentários:

  1. Achei maravilhoso esse texto,realmente devemos amar as pessoas pelo que elas são, e não pelo que elas nos proporcionam.E achei lindissima essa parte do filme,quero saber que filme é esse!?Beijos
    http://vanessaquirino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van, lindo mesmo!... eu também fiquei curiosa para saber que filme é... vou dar uma pesquisada rs

      Beijinhos

      Excluir
  2. Que texto lindo! Não dá pra tirar um trecho preferido, porque todo ele é lindo, mas ainda sim gostei desse pedacinho "Por isso, que antes de você entrar na vida de alguém, olhe bem nos olhos dela e tente fazer com que ela descubra que você a ama só olhando pra ela."

    ResponderExcluir
  3. Eu me apaixonei por essa reflexão, fala muita coisa que dificilmente ouvimos por ai... kkkkkkkk acho que deveria falar coisas assim nas reuniões da mocidade. O que acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, verdade Dri!! hahaha
      Tanto esse quanto o que você me enviou por e-mail.
      São coisas de certa forma óbvias, mas que não nos damos conta e como você disse, dificilmente ouvimos por aí!

      Excluir
    2. Hahaha ia ser uma reunião e tanta hien =)

      Excluir
  4. Por favor quero muitoo saber o nome do filme me ajudem . Já pesquisei e nada .

    ResponderExcluir

A cada comentário, construímos uma história.